Mídia e Intimidade

A produção de conteúdo para a internet tornou-se um fenômeno explorado comercialmente em diversas vertentes. Enquanto alguns criadores e influenciadores digitais investem, por exemplo na exploração de estilos de vida, em suas mais diferentes materialidades, outros buscam criar conexões com a audiência a partir de conteúdos que focam em aspectos identitários e socioculturais, muitas vezes acompanhados do compartilhamento de emoções pessoais. As estratégias utilizadas para gerar engajamento, aspecto importante nessa dinâmica de monetização, são variadas e se mostram férteis em termos de experimentações, dúvidas e problematizações. Pensando nessas questões, a proposta da disciplina é identificar e discutir estratégias de uso da intimidade para fins de produção e engajamento de conteúdo em mídias sociais digitais, dando atenção, por exemplo, à relação estabelecida entre influenciador e seguidor. Vamos voltar nossos olhares para a trajetória de construção de publicações nas plataformas digitais e para as grandes tendências desse segmento atualmente, observando ações, desdobramentos e implicações para o futuro dessas práticas. A disciplina terá textos em inglês.

Sobre este curso

slide_templatedefault

Pratas da Casa

Tendo sido da primeira turma de Estudos de Mídia, ainda em 2005, confesso que não sabia muito bem o que esperar. Aos poucos, fui desvendando o curso e, no processo, descobrindo meus próprios interesses profissionais e acadêmicos. Em grande parte, isso foi possível graças à flexibilidade da formação e à atenção de professores dedicados e bastante presentes. Durante o mestrado e o doutorado, quando tive a oportunidade de ministrar algumas disciplinas, pude acompanhar o crescimento do corpo docente e o alargamento de assuntos trabalhados ao longo da graduação, fazendo de Estudos de Mídia um curso imprescindível para quem tem interesse em lidar com questões contemporâneas no campo da comunicação.

Lucas Waltenberg Doutor em Comunicação pelo PPGCOM-UFF, sócio da Mistura Digital